Arquivo da tag: las vegas

Las Vegas, um olhar além da Strip

Padrão

Com fé na segunda-feira entra post cheio de calmaria. rs Mas enquanto não consigo parar pra colocar tudo no papel, deixo Flávio, amigo querido, contar a experiência dele na imperdível Vegas.

Vista

“Aproveitando uma daquelas Mega Promoções, R$700 ida e volta de Brasília-Atlanta, fui para Atlanta e Las Vegas (passagens internas de mais 700, ida e volta ATL – LAS)!

Promoções para Atlanta ou Miami são sempre muito interessantes, pois são portas de entrada para os EUA, dessas cidades é possível ir para todos os grandes centros com voos diretos, ou poucas conexões!

Embarquei em Brasília com destino a Atlanta e fiz uma conexão rápida em Miami. No aeroporto de Atlanta, em apenas 4 horas já estava a caminho de Las Vegas. Com as 5 horas de fuso, tive um dia de 29 horas!

Hotel em Las Vegas

Como decidi ficar 7 dias em Vegas, e hotéis são a grande atração da cidade, me hospedei em 3 hotéis diferentes, mais a frente falo os prós e contras dessa decisão!

Fora da Strip

Suncoast Hotel and Casino

Vou começar pela coisa mais diferente da viagem, no sábado, que é o dia em que os hotéis são mais caros em Vegas. Decidi ficar no Suncoast Hotel and Casino que, por estar fora da Strip, estava com um preço ótimo, R$119,29 o quarto para 4 pessoas (ótimo mesmo hein gente!). O hotel fica um pouco longe do centro da agitação, mas em uma área muito nobre, dentro de um campo de golfe, ao lado de outros hotéis, e com um público mais selecionado. Peguei um quarto com vista para o campo de golf, simplesmente a vista mais linda de Las Vegas, não há janela, a parede é toda de vidro (!!!), o campo de golf abaixo, a cidade ao longe rodeada de montanhas!

Suncoast Hotel and Casino

Tivoli Village

Bem ao lado hotel está o Tivoli Village, um centro comercial, com restaurantes granfinos, galerias de arte, jolheria e outros, um lugar para milionários, mesmo assim, é possível curtir muito o ambiente requintado sem gastar nada, ou quase nada!
Fomos lá à noite, estava rolando um som bacana, uma festa bem família, tocou até Macarena e algumas músicas brasileiras [a festa era free, mas não comprei a pulseirinha que dava direito a ilha de bebidas, uma pechincha de $1300 (ouch!)]. Essa saída da Strip foi bem no meio da viagem, então a ideia era um programa mais tranquilo, se for passar mais de 5 dias, recomento muito essa pausa cultural. O local é fantástico.

Tivoli

Stratosphere Casino, Hotel & Tower

Stratosphere Hotel (já falei dele aqui!), não é tão luxuoso, e fica bem na ponta da Strip, se for ficar lá tem reservar um quarto novo. Mesmo assim tem a torre com um parque de diversões lá em cima, parada obrigatória! Fui para lá no primeiro dia, pois você chega muito cansado da viagem, não dá para aproveitar muito! Hóspede (turista paga taxa pra subir e + um pouco pra curtir o parque de diversão!) pode subir na torre quantas vezes quiser e de graça, fomos no segundo dia às 9h30, hora que abre! Simplesmente único!

Stratosphere

Rio All-Suite Hotel & Casino

Um hotel ao lado da Strip, perto do agito e com preços bons. Mas mesmo sendo perto, tem que estar de carro!

Como foi a minha primeira vez em Las Vegas acho que valeu muito a pena aproveitar os preços e ficar em mais de um hotel, eu aluguei um carro por um preço baixíssimo e circulei por toda cidade. Mas éramos apenas 2 pessoas, cada um com apenas 1 mala pequena, e pegamos uma fila gigantesca para o check-in no Rio. Como não fiquei no centro do agito precisei de carro, e com carro não é possível beber (beber e dirigir nos EUA dá cadeia). Para quem estiver em uma viagem de farra ou com muita gente, recomendo ficar em um hotel na Strip, próximo ao Bellagio, Encore, Luxor, para poder circular a pé!

Quem quiser explorar mais acho que vale a pena pelo menos 2 hotéis, aproveite para ficar no mais caro no dias de segunda a quinta e no mais barato de sexta a sábado!

Depois mando mais informações só sobre o Grand Canyon!”

Fotos: Flávio Brito/Divulgação

Valeu, querido!!! Você me fez querer voltar pra essa terrinha mais do que nunca. E vamos combinar que a gente até escreve parecido. rs

Las Vegas pra lá de inusitada

Padrão

Se você é meu amigo, ou já vasculhou o blog, deve saber que passei um mini temporada nos Estados Unidos há quase um ano e meio. Relatei aqui no blog meu dia a dia, mas até hoje não tinha editado os milhares de vídeos que gravamos por lá.

A verdade é que não sei se farei uma viagem tão engraçada como essa de novo. Vocês não imaginam o que passamos, os perrengues, os imprevistos e apuros. Bom, fiquei tão animada ao assistir nossas peripécias, que resolvi tirar umas horinhas e editar pra vocês verem. Nem preciso dizer que a nostalgia é level 480! Morrendo de saudade de cada num, de cada canto, de cada risada.

Esse aqui resume em alguns minutos nossa ida a Las Vegas, do início ao fim. Como naquela época não imaginava que o AnnaBeatrip ainda estaria aqui (a ideia era só um diário de bordo daquela viagem), não filmei com a intenção de repassar dicas, nem nada. Por isso vocês vão perceber que é por pura bagunça mesmo. =) E antes que perguntem cadê os vídeos da farra/balada?,  já vou dizendo que esses nem foram feitos e que filmagem de balada em LV é até clichê! rs

ps: roubei foto dos fofuxos pelo facebook!

Se eu fosse você, assistiria só pra ter uns minutos de risadas e aprender com nossos erros! rs

21º dia – 02/01/2012

Padrão

Mais uma vez acordamos atrasadas. O pessoal nos ligou às 11h e corremos pra fazermos check out, encaixar as malas e encontrá-los. Como era de se imaginar, a saída da cidade estava um completo caos com tanta gente voltando pra casa. Bom, paramos pra almoçar num Mc Donalds no meio da estrada, abastecemos e seguimos viagem. Ao anoitecer (pois é!), paramos mais uma vez pra comer, dessa vez no Burger King.

Resumindo: a viagem que deveria durar 4h se tornou uma peregrinação de 8h!

Chegamos muito cansados ao nosso novo hotel, Hollywood Downtowner Inn, e não pensamos duas vezes: espalhamos a bagagem pelo quarto e capotamos.

Hollywood Downtowner Inn é o típico hotel de filme americano. Um prédio aconchegante, onde a galera pode ir pra varanda e curtir um sol, dividir a piscina e a cerveja, sabe? rs Eu gostei bastante, a localização é ótima, perto do metrô e de muitas lojas bacanas. Fora  que é na Hollywood Boulevard, ou seja, na mesma rua da Calçada da Fama e de todos os badalos. Outra coisa muito legal é que temos direito a café da manhã, raro nos hotéis por aqui. Ah, como os donos são indianos, o cheiro de incenso na entrada do hotel é muito forte e incomoda bastante quem não gosta, mas garanto que nos quartos não tivemos esse problema! Fica a dica! =)

Frente do hotel
(seguindo reto, em direção ao letreiro, você estará na calçada da fama)

Vista de cima, do segundo andar

 

Quarto duplo/tripo/quádruplo (pois é, tipo um padrão dos States.. rs)

Beijos,
Anna Beatriz

20º dia – 31/12/2012!!!

Padrão

A primeira boa notícia é que o mundo não acabou! Cá estamos, sãs e salvos até a próxima premonição. rs

Brincadeiras a parte, foi a primeira vez que passei a virada de ano longe da minha família (e põe longe nisso!)… O sentimento de que algo está faltando bate, mas graças a Deus pela tecnologia e amor dos amigos, porque sem isso seria muito mais difícil.

Bom, acordamos às 11 e almoçamos cedo na pizzaria do cassino. Depois encontramos com o pessoal no Riviera e seguimos para o Outlet de novo, tentar a sorte de liquida total! hehe Ficamos lá muito tempo e dessa vez os rapazes que enrolaram demais, saímos Às 17h rumo aos hotéis. Teve um grupinho que garantiu ingresso pro Cris Angel, no Luxor, então esperamos todos desocuparem, se arrumarem e nos encontramos novamente no Riviera.

Finalmente atravessamos o cassino pela última vez e voilá: fomos para a contagem regressiva nas ruas de Vegas. Tudo está mega lotado, as ruas estão abarrotadas de gente de TODAS as nacionalidades, é uma farofa! haha Mas é o máximo! Nessas horas você descobre um poliglota inside! haha Foi super divertido, muitas risadas, muita bagunça, chorinho e muitos abraços… Não fomos pra nenhuma festa porque não nos organizamos e na hora tudo estava muito caro, então nós fizemos a nossa..

A noite foi muito longa, passamos por muitos hotéis e cassinos, e você pode imaginar que cenas de Se beber, não case (The Hangover) se concretizaram, mas a liga nacional dos viajantes não liberou as fotos! hahaha Mas nada de grave, don’t worry, tudo na comédia brasileira.
(ps: sou do time salva-vida/salva-reputação dos amigos! rssss)

Não poderia ter sido com pessoas diferentes, cada um tornou esse momento especial e me lembrarei de todos os detalhes pra sempre. Thanks a lot!

Deus, obrigada.
Pais e irmãos, obrigada. 

Feliz ano novo! Todos os melhores votos e que 2012 seja um bom ano.

Lots of love,
Anna Beatriz

19º dia – 30/12/2011

Padrão

Ontem eu falei sobre um passeio cansativo que faríamos hoje, acontece que eu e Naty preferimos ficar no hotel e recarregar as energias. Fora que eu estou sofrendo bastante com o combo faringite + rinite =( Já a Jaque animou e foi com a turma…

Bom, não nos condenem por não termos ido ao Grand Canyon. Sim, esse lugar incrível fica há umas 3h (de carro) de Las Vegas e a cidade oferece vários pacotes para o tour. Como não fui, não posso dizer muito, por isso vou pedir que a JacJoy faça o relato pra gente e mostre suas fotos. Vou preparar um post só sobre esse passeio.

Levantamos umas 10h30 e tomamos café no Deli mesmo. Depois saímos pra bater perna e chegamos no Fashion Show, um shopping gracinha no meio da Strip. Essa é a vantagem de Vegas, porque apesar de ter uma cidade normal nos arredores, a rua principal, The Strip, é a atração e oferece de tudo.

O Fashion Show é uma graça e super moderno! Lá você encontra inclsuivetickets das atrações da cidade (que são muitas!). Aproveitamos e compramos os itens que faltavam pro ano novo #falindo hehe

Voltamos pro hotel umas 16h e dormimos até umas 19h, afinal, hoje vamos finalmente sair. Jantamos no Garden Grill de novo e encontramos o restante no Riviera, hotel que outra turminha se hospedou, em frente o nosso. Por volta das 23h saímos em direção ao Encore, hotel que tem nightclubs famosos na cidade. Fomos pra XS, que por sinal estava lotada. A entrada custa US$ 30, e mesmo não sendo fã de balada, quem me conhece sabe, fiquei impressionada com essa. Achei o preço uma bagatela pela qualidade de som, de espaço, de gente bonita. Outro nível. Sabe aquelas boates de clipe da Rihanna + David Guetta? Pois é!

Bom, como eu disse, estava hiper lotada! Imagine, véspera de ano novo, cidade abarrotada de turista e pior: de brasileiro! É um absurdo a quantidade de ‘nós’ nesse lugar! hehe Mas de qualquer forma, foi super legal e com os meninos não tem tempo ruim! LOTS OF LOVE PELA MINHA TCHURMA!!!

*E girls, fica a dica: homem brasileiro tira onda de gringo falando em inglês pra chegar junto! Watch out!!! rs

Voltamos umas 6h da manhã e fim.

*AH! Não pense que a loucura de Vegas supera a do Brasil… Na verdade, as maiores loucuras que vi por aqui foram dos brasileiros mesmo. rs

Beijos,
Anna Beatriz

18º dia – 29/12/2011

Padrão

Acordamos e já fomos buscar o Vini no Luxor, afinal de contas, ele ainda precisa de alguns cuidados com o ombro. Abastecemos e fomos até uma clínica na área mais residencial da cidade (é muito legal sair da Strip e descobrir uma vida normal em Vegas hehe). Como não tomamos café, aproveitamos e paramos em uma lanchonete estilo Subway, mas muito melhor e mais barata! Finalmente chegamos na clínica, onde fomos super bem atendidos, diferente da situação em Barstow, e Vini saiu de lá diagnosticado e medicado.

 De lá, nos encontramos com o resto do grupo no Outlet Premium, comemos mais um pouco (pra variar!), fizemos umas comprinhas e no fim do dia o grupo se dividiu: uns foram para um louco programa e algumas donzelas permaneceram giletando os cartões. rssss

Sobre esse louco programa, preciso de um parágrafo. Sim, eu estava com esse grupo, não podia perder a oportunidade. Nessa atração não tem mulher pelada, nem stripers, nem álcool, mas o parque de diversão mais IRADO do mundo. Ele fica a 110 andares (isso mesmo!) no topo da torre do hotel Stratosphere. De qualquer lugar de Vegas pode-se avistá-lo. São 3 brinquedos + bung jump, mas ninguém da turma se aventurou nesse último, é surreal! Não consigo descrever a experiência pra vocês, então a melhor forma de entenderem, é assistindo aos vídeos .

Fotos: AnnaBeatrip

Agora pense fazer essa loucura às 22h, com a vista iluminada de Vegas? Speachless!

 *Estava bem cheio e mesmo que os brinquedos acomodem 8 pessoas por vez, demorou um pouquinho.

Foi uma das experiências mais aterrorizantes da minha vida, mas uma das melhores também! A sensação é incrível! Mas se você sofre algum problema de coração ou pânico: esqueça! rs Seríssimo, eles não recomendam. [Tô passando mal só de lembrar, juro! Haha]

*Preciso confessar: arreguei no primeiro brinquedo! Hahaha Foi um drama, gente! Cheguei na catraca e travei. Pânico! Mas nos outros dois eu fui, e ainda tive a noticia que o brinquedo que deixei de ir era o mais tranquilo… Mandei bem, mostrei que só vou nos piores! rsss

 Por fim, voltamos para o hotel e até nos arrumamos pra sair, mas amanhã o grupo fará um passeio cansativo e a pressão de acordar cedo nos estressou. Jantamos no West Deli, lanchonete do cassino mesmo, e depois cama.

 See u tomorrow!

 Beijos,
Anna Beatriz

17º dia – 28/12/2011

Padrão

Nem sei como começar a relatar o dia de hoje…

Bom, acordei às 6h com a ligação do Vini (que estava no andar de cima) morrendo de dor no ombro, graças a um histórico somado a um mau jeito na hora de acomodar as bagagens no porta-malas e às quedas no ski. Ele pediu que tentássemos nos arrumar e sair em 1h rumo a um hospital, mas como boas parceiras, amigas e mães (hehe), em menos de 30 minutos estávamos no carro. Pra melhorar um póuquinho o quadro, acordei com minha garganta muito pior…

Seguimos até o hospital Barstow Comunity (bem proximo ao hotel, já que Barstow é minúscula). Bad news: não aceitaram nossos convênios! Enquanto encontrávamos outra opção, paramos no famoso Denny’s pra tomarmos café. Acontece que mais cedo eu havia tomado antibiótico com o estômago vazio, e quando consegui comer algo, botei pra fora.. =/ *Natylindaprasempre por ter ficado comigo naquela sitú!

 Finalmente descobrimos uma clínica, onde o Vini tomou medicação e tirou raio-x. A dor ainda estava lá, mas ele garantiu que aguentaria seguir viagem até Vegas e assim o fizemos! Pegamos uma estrada linda, ou melhor, um deserto lindo, e guess what?

Las Vegas, here we are!!!

Fotos: AnnaBeatrip

Não conseguimos fazer reserva nos mesmos hotéis, então nos dividimos. Deixamos os meninos no Luxor e seguimos para o Circus Circus, nosso lar pelos próximos dias. Ao chegarmos para fazer check-in, outra surpresa: nossa reserva não constava no sistema! E o pior? Com a cidade mega lotada para o réveillon, o hotel não tinha mais vagas. #belezapura Bom, depois de muuuitas tentativas e muuuita espera, recebemos a big new que um quarto triplo havia sido liberado! Ufa! Por pouco não pedimos abrigo aos amigos de novo..hehe

Comemos no hotel mesmo, no Garden Grill, um restaurante fofo de morrer, com uma carinha francesa. Pedimos uma batata recheada com carne e queijo servida numa chapa com verduras frescas + pink lemonade. Enchemos a pança e pagamos algo em torno de US$ 16!

O pessoal saiu agora à noite, mas estamos muito cansadas, o dia exigiu demais.

Ufa! Quase não termino de escrever, mas foi isso aí…

Beijos,
Anna Beatriz