Arquivo da tag: artes

The Big Blog Exchange

Padrão

Quem acompanha o blog pelo facebook (curte aê!) ja ficou sabendo que estamos participando do The Big Blog Exchange, que é um desafio entre blogs do mundo inteiro, de todas as categorias. A ideia é trocar experiências, colocar quem escreve e quem lê em contato com o mundo. É empolgante!

Ao final de todo o processo (votação + avaliação individual) 16 bloggers serão selecionados para trocarem experiência por 10 dias, onde viverão um pouco da vida do blogueiro do lado de lá. Nada mais gostoso né? Conhecer gente nova, descobrir outra cultura e vivenciar dias incríveis. Eu quero!
Ah, os leitores ficarão ligados e acompanhando essa jornada de perto, então come with me! rs

Sem dúvidas, um baita programa né? Fiquei muito empolgada com a possibilidade de viajar e de poder mostrar mais um pouquinho desse vasto pra mundo pra vocês =)

Bom, eu estou aqui para pedir que vocês me ajudem a colocar o AnnaBeatrip no top 16! Basta votar! É rapidinho!
Clique aqui ou na imagem abaixo.

bbexchange

Após votar, você vai receber um email de confirmação, quando, finalmente, o voto será computado. Então não esqueça de checar a caixa de entrada, de spam, lixo eletrônico. Ok?

Gaste 3 minutinhos e me dê essa mãozinha! :D

anninhaPOR FAVORZINHOOO! rss

Anúncios

WE Hostel Design

Padrão

Há pelo menos um mês tenho recebido e-mails e pedidos para falar sobre o We Hostel Design, localizado no coração de São Paulo. Alguns interessados em uma passagem rápida pela cidade, outros em busca de um lugar para ficar no período do Lollapalooza.

O Felipe Berbel, amigo querido que fiz em Curitiba, mora em terras paulistas e trabalha no We. Ele me apresentou a casa e disse que seria um prazer para a equipe falar um pouquinho do hostel para vocês.

Sendo assim, entrei em contato com eles e o Guilherme Perez foi muito gentil em tirar todas as nossas dúvidas. Como o texto dele está super completo e foi escrito para vocês, tomei a liberdade de reproduzir na íntegra.

Espero que vocês se apaixonem tanto quanto eu!

frente 1

“Primeiramente, estamos muito felizes em saber que seus leitores estão curiosos e interessados pelo hostel.

Abrimos as nossas portas em setembro deste ano com o objetivo de oferecer uma hospedagem mais próxima e amigável com uma boa estrutura e bom preço. Escolhemos o nome “WE” exatamente para mostrar a todos que prezamos muito pelos espaços sociais da casa, que possuem a função de aproximar os hóspedes entre eles mesmo ou entre nós do staff.

ambiente 1loungeambiente 2 Lounge 2

A casa possui 9 quartos com 46 vagas. São 7 quartos coletivos com 4 a 8 camas, sendo que 1 deles é uma suíte com 5 camas exclusiva para mulheres. Também temos 2 quartos privativos, um para casal com cama queen e uma enorme varanda e outro quarto mais simples para 2 solteiros (1 beliche). Na diária, estão inclusos o café da manhã, roupa de cama, toalha e wifi por toda a casa.

Somo novos e estamos aprendendo a cada dia… Sei te dizer que está sendo muuuuito prazeroso e divertido! Tem coisa mais gostosa do que isso, gente?

Em relação ao Lollapalooza, estamos com disponibilidade sim. As diárias por pessoa variam de R$85 no quarto coletivo misto com 4 pessoas a R$320 no quarto de casal.

Estamos conversando com algumas empresas para fecharmos uma van que leve e busque os hóspedes da porta do hostel até o evento… Espero que dê certo :) E nós também!

quarto coletivoquarto casal

Anna falando: Devo acrescentar que o We Hostel Design agora conta com um mini mercado para seus hóspedes. Opções bacanas a preços justos!

mini mercado

A idéia de ficar em um hostel é muito mais do que pagar barato pela acomodação, é conhecer pessoas interessantes do mundo todo que estão interessados em compartilhar suas histórias e aprender com a experiência vivida, é ir para uma cidade sem saber nada sobre ela e, muitas vezes, sair de lá com o sentimento de que foi um morador de lá. O clima de um hostel é muito mais informal e próximo do que em um hotel, isso vai desde o staff até os próprios hóspedes. É lógico que é preciso escolher com cuidado em que hostel ficar, este mercado tem de tudo. Recomendo sempre procurar o que os hóspedes estão dizendo.. isso é essencial!

galera we

Eu amo ficar em hostel pois muitas de minhas memórias ou pessoas que me marcaram nas viagens feitas aconteceram dentro deles. Óbvio que para ficar no hostel tem que estar aberto a dividir um quarto com alguém que inicialmente você não conhece. Mas, pra mim, isso não é nada comparada a experiência e histórias vividas.

Espero ter ajudado!

Abraço,
Guilherme Perez”

WE Hostel Design
Rua Morgado de Mateus, 567

São Paulo – SP
+55 11 2615-2262

…………………………………………………………..

Ajudou e muito, Guilherme! Muito obrigada!
Tenho certeza que em breve vocês irão receber hóspedes leitores do blog…

E aí? O que acharam?

A música nunca revela o seu último segredo…

Padrão

Bom, como eu disse ontem, estou embarcando daqui a pouco para Campinas/SP, e de lá sigo viagem até Botucatu. O motivo da viagem é super gostoso: formatura de um amigo querido e reencontro com alguns amigos que fizemos na Califórnia.

A viagem não é turística e vai ser bem rápida, então, provavelmente, não vou conseguir explorar muito as cidades. De qualquer forma, espero trazer algum conteúdo legal ou pelo menos  umas boas fotos.

Mas na verdade não vim aqui falar do meu embarque..rs

Vim compartilhar com vocês as palavras lindas da minha amiga fofis de trabalho, Rany. Ela fez uma trilha sonora especialmente pra essa minha viagem e me deixou até emocionada com o textinho. rss

Olha que coisa mais sincera e querida. Que sirva de inspiração pra todos vocês..

C

“Sou muito empolgada. Literatura e música sempre me atraíram mais que as outras vertentes culturais e, justamente por isso, me comprometi a entregar um CD repleto de músicas para animar o trajeto entre Campinas e Botucatu.

Bem, para montar uma playlist não tem muito segredo. Música pra viajar pode falar sobre felicidade, amizade, aventura, amor… menos tristeza. E, se falar em tristeza, que seja em outra língua, que aí a gente não entende muita coisa, pisa na marcha e segue adiante. É essencial que, ao apertar o play, a gente esteja ciente de que aquela canção pode ser lembrada, para sempre, como trilha sonora de dias inesquecíveis. Como disse anteriormente, eu adoro música. E gosto de escutá-las, especialmente, quando estou viajando. De ônibus, de avião e claro, de carro. Desde aborrecente, nutro esse hábito. Recentemente, ia para Goiânia de 15 em 15 dias e os momentos escolhendo canções, imersa nas pastas repletas de gêneros, ritmos e letras se tornaram ainda mais frequentes. Mas é tão bom misturar a ansiedade, a expectativa e a animação de um novo lugar aos sons que a gente gosta, né? Acompanhar o pôr-do-sol ouvindo Eddie Vedder, recordando a trilha de Into The Wild, por exemplo, não tem preço. Mas, não é só o rockeiro que irá embalar sua viagem. Fiz questão de mesclar os sotaques americanos com o melhor do ritmo tupiniquim. Ou seja, aém de The Beatles, Beach Boys, Artic Monkeys, Cake, Strokes e Oasis tem muito Lulu Santos, Skank, Seu Jorge, Cazuza, Tom Zé, Tribalistas e, pasme: Angélica. Sim, porque Vou de Táxi é um hit atemporal que merece muito respeito.

Mas, voltando a frase inicial: eu sou muito empolgada. Assim que comecei a fazer pensei: ela viajará de Campinas pra Botucatu. Vai passar por Indaiatuba, Salto, Itu, Boituva, Cesário Lange e por fim, Itatinga – se estiver com um grupo maneiro de amigos, aconselho a parar em alguns lugares, conhecer restaurantes, lojas de suvenirs. Ao total são 211 Km que podem ser convertidos em 2h e 30 minutos. Cerca de 50 músicas seriam mais que o bastante. No fim das contas, gravei 105 músicas. Espero, de coração, que meu exagero seja suficiente para que você se divirta indo e voltando dessa aventura.

Boa viagem! Com carinho,
Rany”

HAIR: deixe o sol entrar!

Padrão

Finally!

Depois de tanta dedicação, trabalho e horas de diversão (por que não, né?) , a montagem acadêmica de Hair chega aos palcos.
Em menos de duas semanas vamos poder conferir a peça que conta com o amor e disposição de uma equipe muito talentosa!

Ontem recebi o e-mail da Clara Daschund, minha amiga das antiga e que compõe esse elenco, com o release da peça e claro, vim divulgar pra vocês.

Em plena Guerra do Vietnã, o mundo conhecia as dores e as delícias de uma época sui generis: o amor livre, o rock psicodélico, a filosofia oriental, a descoberta de drogas como o LSD e o estilo de vida dos hippies. Por outro lado, assistia ao primeiro conflito internacional televisionado e se indignava com os horrores da segregação racial e sexual. Neste caldeirão de acontecimentos, ‘Hair’ estreava em um pequeno teatro off-Broadway, em 1967. Não precisou de muito tempo para se tornar um fenômeno, migrar para o circuito principal e se propagar em dezenas de montagens ao redor do planeta.

Mais do que um espetáculo, ‘Hair’ se tornou um mito. Com a passagem do tempo, o musical se consagrou como espelho e uma das principais referências do movimento cultural e comportamental que mudou o mundo nas décadas de 60 e 70. Assinada por Élia Cavalcante, a nova montagem acadêmica da Actus Produções traz, no roteiro assinado por Rafael Oliveira a fusão da dramaturgia do musical da Broadway e do filme. A Direção Musical é assinada por Chris Dantas. Além disso, a Actus Produções inova promovendo uma oficina paralela de figurino e cenário, que subsidiará toda a parte estética do espetáculo.

Os ingressos estão à venda na bilheteria do Teatro Nacional.

Curtam a fanpage do musical, lá vocês podem conhecer um pouquinho mais sobre a montagem e o elenco: http://www.facebook.com/HairDeixeOSolEntrar?fref=ts

Gente, as apresentações vão acontecer em um final de semana. Não vai deixar passar hein!
Eu estarei lá com certeza!

Beijos!

Dica cultural: Brasília

Padrão

No mês de outubro, Brasília recebe exposições de grandes nomes, inclusive de cantor que se aventurou nas artes plásticas. Já que muita gente desconhece esse lado cultural de Brasília e vive reclamando que não temos nada por aqui, separei 3 situações que marcam presença na cidade.

Antony Gormley – Corpos Presentes

“Antony Gormley, 62 anos, desenvolveu, ao longo das últimas duas décadas, uma curiosa obsessão pelo próprio corpo. Com as genitálias cobertas com filme plástico, o artista britânico engessa o corpo para construir os moldes de suas esculturas. Costuma passar entre uma e duas horas imobilizado pelo gesso. Magro e alto, Gormley gera corpos à sua própria semelhança para deles tirar discursos moldados para se encaixar em diversas reflexões relacionadas ao ser humano.”

A curiosidade é que o artista britânico, dessa vez, expõe suas esculturas de cabeça para baixo! Eu estou ansiosa pra visitar…

Onde: CCBB
Quando: 23 de outubro a 6 de janeiro – terça a domingo, de 9h às 21h
Entrada franca

Fonte: Correio Braziliense

 

Carlinhos Brown – O olhar que ouve

O cantor e compositor Carlinhos Brown decidiu fazer ‘carreira paralela’ com as artes plásticas há 5 anos e expõe suas telas em Brasília antes de viajar pelo Brasil.

Foto: Rosi Botelho

 

“Em “O Olhar que Ouve”, Brown leva para as telas o movimento e a energia de sua música. Nas suas instalações, o universo musical continua presente, seja no uso de sons, na lembrança do carnaval ou na discussão do mercado musical contemporâneo. A curadora, Matilde Matos, crítica e escritora com mais de 40 anos dedicados às artes plásticas brasileiras, ressalta a originalidade do traço de Carlinhos Brown. “Ele traduz nas telas o seu visual imaginado, de imensa riqueza, e, sem jamais se repetir, impõe a sua marca, única e inimitável”, afirma.”

Onde: Caixa Cultural
Quando: 6 de outubro a 2 de dezembro – terça a domingo, 9h às 21h.
Entrada franca

Fonte: Brasília Web

 

Festival Latino-Americano e Africano de Arte e Cultura

“Brasília receberá a grande programação do Festival Latino-Americano e Africano de Arte e Cultura – FLAAC 2012. O festival, que traz ao debate temas como a diversidade cultural, a quebra de preconceitos e paradigmas e discute politica e artisticamente o Brasil de hoje, acontecerá entre os prédios do campus Darcy Ribeiro, na Universidade de Brasília.

Além de workshops, espetáculos de teatro, dança, moda e audiovisual, o FLAAC 2012 traz grandes shows musicais com nomes como Zeca Baleiro, Margareth Menezes, Olodum e a argentina Pollera Pantalón.”

Confira a programação completa aqui.

Onde: Campus Darcy Ribeiro da UnB – Asa Norte
Quando: 22 a 27 de Outubro.
Entrada franca

………………………………………………………………………………………………….

Ninguem vai poder reclamar: 3 programas ótimos e de grátisss!
See you there!