Um passeio contemplativo pelo centro de Florianópolis

Padrão

Hoje quem dá a dica é o super querido Diego Souza, do blog Poltrona Livre (que já apareceu aqui outras vezes). Nem sei ao certo como nos conhecemos e, mesmo com a distância e falta de tempo, a gente se trata com carinho e zoação! rs Coisas da vida da blogosfera!

Então, Diego é de Santa Catarina e mandou um texto bem detalhado sobre o passeio no centro de Floripa.

Voilá!

“Falar sobre Florianópolis é muito difícil para mim, porque sou muito apaixonado por Santa Catarina. Muito mesmo. E isso complica na hora de escrever o texto porque quando percebo, ele está cheio de adjetivos que dizem a verda… que engrandecem o Estado. De qualquer forma, separei um passeio “básico” pelo centro da capital catarinense. Se você estiver com tempo, cumpra este roteiro e se perca pelas ruas da cidade.

mapa passeio centro de florianópolis - crédito google

com exceção do Mirante, os pontos são bem próximos

O passeio começa por dois cartões postais da cidade. O primeiro é a Catedral Metropolitana de Florianópolis que foi inaugurada em 1908 e, atualmente, é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Em frente, está o segundo ponto do passeio: a Praça XV de Novembro, onde está a famosa Figueira Centenária que tem um histórico místico. Dizem que se você der uma ou três voltas na figueira, você com certeza voltará a Floripa. Outra lenda, afirma que deve-se dar três ou sete voltas em torno da árvore para atrair o seu verdadeiro amor. Verdade ou não, vale a brincadeira, mesmo que isso estampe no seu rosto a palavra turista!

Floripa 1

O próximo passeio é pela rua Felipe Schmidt, principal ponto de comércio da cidade. Aqui você pode comprar roupas, eletrônicos, livros, perfumes… É uma loja do lado da outra. Vá até a Igreja de São Francisco de Assis, na rua Deodoro, vire a direita, descendo até o famoso Mercado Público.

O prédio tem duas alas – norte e sul – separadas por um vão central. Em uma ala você compra calçados, roupas, artesanato. No outro, frutos do mar. Também há bons restaurantes. Ao lado, há o Camelão, um prédio comercial histórico. É o point dos produtos paraguaios. Antropologicamente falando, vale a pena passar por ali. Outro ponto que sociologicamente falando deve ser visitado é o terminal de ônibus da cidade, que também fica ao lado. Particularmente, acho que neste lugar conseguimos imprimir um raio x da população da cidade (em qualquer canto do mundo). Se você é de longe, vai gostar de ver a diferença cultural da cidade. A fama do povo do sul é de pessoas que não falam alto, educadas e muito bonitas.

Floripa 2

Volte para a rua Conselheiro Mafra e suba “reto toda vida” como costumam falar os Florianopolitanos, também conhecidos como “manezinhos da ilha”. Quando a rua acabar, você estará em um dos cartões postais mais famosos do Brasil, a Ponte Hercílio Luz. Este é o momento em que você pede sua namorada em casamento, ou simplesmente beija sua parceira por longos minutos.

florianopolis-floripa-ponte-hercilio-luz1

Se o clima não esquentar tanto a ponto de você ter que ir pra algum lugar privado, você pode ir para a Avenida Beira-mar norte e dar uma bela de uma caminhada. O mar não é apropriado para o banho, mas a combinação do cosmopolita (carros e prédios de luxo de um lado) e a natureza (mar e as paisagens do outro lado) com certeza farão você querer dar mil voltas em torno da figueira para voltar sempre a “Ilha da Magia”.

Diego Souza
Blog Poltrona Livre

Fotos: Diego Souza/Decolar/Divulgação de SC/Meus roteiros de viagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s