Curitiba, te quiero.

Padrão

Quem me conhece sabe que estive no Paraná entre os dias 11 e 17 de julho pra aproveitar o finzinho das férias, e não teria melhor companhia nessa viagem do que minha linda amiga-irmã Sarah. Aproveitando o ensejo, quero dar a feliz notícia de que a partir de agora Sarinha estará colaborando com o blog com suas habilidades fotográficas e criatividade. Estou mega feliz por essa parceria fofa, aguardem muitas coisas legais…

Voltando ao assunto, estive especificamente em Curitiba. Essa cidade é tão incrível que nem sei por onde começar…

Curitiba é encantadora em todos os sentidos, da arquitetura ao clima. Com 319 anos de idade, a cidade está em perfeito estado. Os monumentos, igrejas e ruas estão muito bem conservados, e aqueles que se desgastaram muito com o tempo estão sendo reformados. São raríssimos os cenários sujos por lá, tem sempre algum profissional da limpeza cuidando das avenidas e calçadas; o transporte publico funciona, e não é à toa que é exemplo nacional (se você discorda, acredite: está reclamando de barriga cheia, pois a realidade do Brasil à fora é desesperadora, inclusive na capital do país!). Embora tenhamos feito vários trajetos a pé, o ônibus é um meio essencial. Já deu pra perceber que ficamos impressionadas com o bom funcionamento dessa capital. Não tem como não se apaixonar! rs

Bom, a primeira coisa que você deve fazer ao decidir seu destino é programar seus dias para otimizar seu tempo. Pensando nisso, preparamos esse post com dicas importantes e passeios favoritos! Let’s see…

Dica 1: trate de descolar uns mapas turísticos da cidade, você vai conseguir se virar muito bem pelas orientações deles. Você encontra em qualquer hotel/hostel/albergue, ou até mesmo em alguns quiosques dos shoppings. Você pode muito bem visitar os pontos turísticos se informando e usando os ônibus convencionais da cidade, mas se você tem o tempo curto e prefere a comodidade, compre o vale de R$27,00 do City Tour, que dá direito a 5 paradas.

Dica 2: se na sua hospedagem tem cozinha (muito comum nos hostels e albergues), opte por fazer algumas refeições caseiras, é mais saudável, econômico e é uma excelente oportunidade para fazer amizade com os colegas de quarto. Na foto abaixo temos um strogonoff delicioso preparado por nós (yay!) e Cup Noodle comprado numa lanchonete num dia de bater perna. #mochileironãotemfrescura!

Dica 3: verifique antecipadamente o clima da cidade-destino. Não há nada pior do que passar frio ou calor quando o que você mais quer é curtir seu passeio. Confesso que nós não acreditamos muito nas temperaturas baixas de Curitiba e penamos! =( Esteja prevenido!

Colaboração de imagem: André Gallas

Ópera de arame

Essa aqui todo mundo já ouviu falar, é ponto turístico clássico de Curitiba e vale sim a visita. Não há muitas atrações, mas o visual é muito legal e bonito, e não paga pra entrar! =)

Parque Tanguá

Esse parque fica a poucos quilômetros da Ópera de Arame, então se você não tem problemas em caminhar um pouco e quer economizar uma passagem de bus/passe do city tour, se informe e vá andando.
O Tanguá já encanta na entrada, é belíssimo, bem cuidado e a vista é incrível. Tem um ar muito europeu, como várias partes da cidade. Ele fica num ponto alto da cidade, então basta subir alguns degraus na torre do prédio e ter uma vista deslumbrante. Custo: R$ 0!

Jardim Botânico

Clássico dos clássicos. Esse aqui é uma fofura… Não é tão grande, mas é nele que se encontra o cartão postal mais famoso da cidade. Como todos os parques de Curitiba, é extremamente bem cuidado, a equipe trabalha o tempo inteiro cuidando das flores, da grama, de tudo. Rende belas fotos para os turistas, sem dúvida! Custo zero também.

Paço da Liberdade

Monumento recém-reformado (2009), belíssimo, bem no estilo europeu. É bem fácil chegar… Pegue um ônibus até a Praça Rui Barbosa, ande um pouquinho e encontra a famosa Rua XV de Novembro, onde se concentram muitas lojas e restaurantes, se informe e em poucos minutos estará a frente deste prédio. Nós tivemos o prazer de conferir algumas instalações de arte no interior do Paço, mas mesmo se você não encontrar nenhuma, vale a pena sentar e tomar um café no Café do Paço, logo na entrada. Pra entrar, custo zero também. Infelizmente não se pode tirar foto em todos os cômodos… *Ah, não deixe de conferir as floriculturas que ficam na pracinha! As  flores são incríveis. ♥

Passeio Público

Antigo zoológico da cidade, hoje abriga somente alguns pássaros e está localizado no centro comercial da cidade, bem próximo ao Shopping Muller. (Estar no centro da cidade não era nada saudável para os animais, que começaram a morrer. Por esse motivo foram deslocados para uma área bem distante.) No meio da praça você vai encontrar um laguinho onde é possível dar um rolê de pedalinho. rs Custa apenas R$9,00 por dupla, para o período de 15 minutos. Vale a pena, gente! Nós curtimos bastante.. Ah, em uma área do Passeio muitos senhores se encontram no fim da tarde pra jogar xadrez! Fofura! Custo: de grátisss!

Espero que vocês tenham curtido esse ‘passeio virtual’, porque nós amamos!
Se tiver alguma dúvida, ou quiser informações mais precisas de algum lugar, deixe aqui embaixo que a gente tenta ajudar.

Beijocas!

Anúncios

»

    • Obrigada por ter passado aqui, Ray!

      Então, ficamos hospedadas em um hostel. Devo postar sobre ele ainda essa semana.. Fique ligada, a dica é preciosa! rsss

      Precisando, a gente corre atrás!

      Beijocas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s